Meredith Monk em Portugal para 3 concertos inesquecíveis…

Para Ampliar Clique Na Imagem
meredith-monk.jpg
Anúncios

KORN , DEATHSTARS E FLYLEAF NA PRIMEIRA PARTE DIA 27 DE FEVEREIRO NO PAVILHÃO ATLÂNTICO

image0052.jpg
Pavilhão Atlântico
 
27 de Fevereiro

Abertura de Portas ¬ 18h30
Deathstars ¬ 20h00
Flyleaf ¬ 20h50
KoЯn ¬ 21h50
Pre Plateia em Pé ¬ 30,00 Euros
Balcão 1 ¬ 35,00 Euros
Balcão 2 ¬ 25,00 Euros

Pavilhão Atlântico, El Corte Inglês, ACP, Fnac, CTT, Agências ABEP e Alvalade, Ticketline (Reservas: +351 707 234 234 e www.ticketline.pt)

FEIST > 10 JUNHO (COLISEU DO PORTO) > 11 DE JUNHO (AULA MAGNA)

image0051.jpg
Coliseu do Porto
10 de Junho
Abertura de Portas ¬ 20h00
Início do Espectáculo ¬ 21h00

Aula Magna
11 de Junho
Abertura de Portas ¬ 20h00
Início do Espectáculo ¬ 21h00
Coliseu do Porto (10 de Junho)
Plateia em Pé ¬ 23,00 Euros
Tribuna ¬ 28,00 Euros

Aula Magna (11 de Junho)
Anfiteatro ¬ 23,00 Euros
Doutoral ¬ 30,00 Euros

INGRID ETO É… ZERO 7 INSTRUMENTAL PROJECT (LIVE SET) + ZERO 7 (DJ SETS)


Casa da Música
11 de Outubro
Abertura de Portas ¬ 21h30
Início do Espectáculo ¬ 22h00

Aula Magna
12 de Outubro
Abertura de Portas ¬ 21h00
Início do Espectáculo ¬ 22h00

INGRID ETO ¬ ZERO 7 INSTRUMENTAL PROJECT

Uma das mais importantes bandas inglesas do início do sec. XXI, os Zero 7, vêm a Portugal no início de Outubro apresentar o mais recente projecto, Ingrid Eto, uma performance instrumental que inclui músicas dos Zero 7, bem como temas originais.
A carreira dos Zero 7 iniciou-se quando Henry Binns e Sam Hardaker, depois de estudarem engenharia de som, começaram a trabalhar com músicos como Pet Shop Boys e Robert Plant .
Em 1999 editaram o EP de estreia, “EP1”, sob o nome Zero 7 (referência a uma discoteca hondurenha chamada Zero Siete) – a primeira edição do EP esgotou em poucos dias). O primeiro álbum surgiu em 2001.
Intitulado “Simple Things”, foi alvo de aclamação mundial por parte do público e da crítica , tendo alcançado o galardão de Disco de Ouro, uma nomeação para “Melhor Revelação Britânica” nos Brit Awards e o prémio de “Melhor Revelação” nos Muzik Awards.
Em 2004 editaram “When It Falls” e em 2006 “The Garden”, disco onde à habitual colaboração vocal de Sia Furler, se juntou a voz de José Gonzáles. O disco foi nomeado para um Grammy na categoria de “Melhor Álbum de Dança/Electrónica”.
Este ano, deram nova prova de vitalidade com a criação do projecto Ingrid Eto, onde sobem ao palco acompanhados da banda ao vivo dos Zero 7 , para recriar alguns dos temas marcantes da carreira, levando-os muitas vezes em novas direcções.
Dia 11 de Outubro, na Casa da Música, e dia 12 de Outubro, na Aula Magna, vêm a Portugal apresentar o novíssimo projecto, Ingrid Eto, em duas noites únicas, onde ainda vamos poder vibrar com DJ Sets por parte de Sam Hardaker.

 

www.zero7.co.uk ¬ www.myspace.com/ingrideto

Norton “Kersche” – Tour Portugal Espanha 2007

Kersche – (Kér-sxe) – nome próprio. Palavra que teve origem numa noite de estúdio onde se enumeravam nomes à solta. Palavra sem significado aparente. Envolvida no design do disco e na estética do som ganha forma de cristal, diamante polido, transparente.

 

O novo disco dos Norton é isso mesmo. Um disco novo. Hoje em dia quase que como se de um objecto não identificado se tratasse. Um disco. Um álbum de canções novas onde se aplicam conhecimentos, experiências, onde se registam e documentam para sempre um período da vida de uma série de músicos.

 

Quatro rapazes que fazem música para o Mundo ouvir. São de Castelo Branco. As canções são de alguma forma glaciares. Frias mas incrivelmente envolventes nas programações, nas melodias, mais melódicas que nunca, na voz que remete as palavras para primeiro plano, nos sons que aparecem e desaparecem sem deixar nota de despedida. As canções deslizam entre si. É um disco para se ir ouvindo, sem pressas. Há ainda a força das guitarras que nos faz virar a página para um rock inteligente e com olho nas estéticas que no passado eram a maior marca da banda. Das palavras que se cantam surgem frases que apontam destinos íntimos, com vistas largas – “…the most beautiful view ” – cantam na segunda música.norton-tour.jpg

KORN dia 27 DE FEVEREIRO, PAVILHÃO ATLÂNTICO

Pavilhão Atlântico
 

27 de Fevereiro

Abertura de Portas ¬ 18h30
Início do Espectáculo ¬ 20h00


KORN ¬ “BI#%CH! WE HAVE A PROBLEM”

TOUR

 Uma noite de peso aguarda o Pavilhão Atlântico quando os Korn subirem ao palco, dia 27 de Fevereiro para apresentar o novo álbum, curiosamente sem título.
Quando, em 1993, David Silveria, Munky e Fieldy, dos L.A.P.D., entraram num bar, em Bakersfield (Califórnia) para assistir a um concerto de uma banda chamada SexArt estavam longe de imaginar o que o futuro lhes reservava. Em palco estava um vocalista que dava pelo nome de Jonathan Davis, que depressa os atordoou pelo talento vocal e atitude insana.
O convite foi imediato, a resposta não. Indeciso sobre aceitar a mudança para uma nova banda, Jonathan Davis decide contactar uma vidente, que alegadamente o alertou que não aceitar o convite seria uma estupidez… assim surgiram os Korn.
Passado um ano editam o primeiro disco, “ Korn” – produzido por Ross Robinson, criou um novo género musical, que viria a ser baptizado de Nu-Metal, uma mistura de Metal e Hip-hop com contornos explosivos.
Além do sucesso junto da crítica, o álbum atinge a dupla platina nos Estados Unidos, por vendas superiores a dois milhões de unidades!

Os fãs não tiveram de aguardar muito por novo álbum. “Life is Peachy” editado em 1996 chega ao terceiro lugar do top americano e volta a atingir a dupla platina, graças a singles como “A.D.I.D.A.S” e “No Place To Hide ” (primeira música da banda a valer-lhes a nomeação para um Grammy).
Mais dois anos passados e novo álbum a ver a luz do dia. “Follow The Leader” torna-se um êxito sem precedentes na área do Metal, com as vendas a ultrapassarem os cinco milhões de unidades, o que correspondeu a 5 platinas alcançadas. “ Freak on a Leash”, um dos singles do álbum, arrecada prémios nas mais variadas áreas, incluindo um Grammy para “Best Music Vídeo” pela utilização pioneira do efeito “bullet time” que viria a ser celebrizado pelo filme “Matrix”.
Um ano depois, em 1999, voltam a mostrar que a criatividade da banda continua em alta, com a edição de “Issues”, o primeiro álbum dos Korn a entrar directamente para o primeiro lugar do top de vendas americano.

Mais um álbum, mais um Grammy. Em 2002 com a edição de “Untouchables” os Korn recebem pela segunda vez o galardão mais importante da indústria musical, desta vez na categoria de “Best Metal Performance”, pelo tema “Here To Stay”.

Passado um ano é editado o sexto disco de originais, “Take a Look in the Mirror” e em 2004 chega “ Greatest Hits Volume 1”, a primeira colectânea, que reunia as melhores músicas da banda, além de duas covers: “Word Up” dos Cameo (também popularizado na versão dos Gun) e “Another Brick in the Wall” dos Pink Floyd.
Em 2005 mudam de editora, passando a ser distribuídos pela Virgin Records, e editam um novo álbum de originais, “ See You on the Other Side”. O registo vendeu mais de dois milhões de cópias por todo o mundo e manteve-se durante 34 semanas consecutivas no top 200 da Billboard.
Já este ano, editaram um novo disco que entrou directamente para o segundo lugar do top americano devido às 120 mil cópias vendidas na primeira semana. O novo álbum não tem nome, já que segundo Jonathan Davis devem ser os fãs a dar nome ao álbum.
Dia 27 de Fevereiro , os Korn passam pelo Pavilhão Atlântico para nos brindarem com mais uma dose imparável de energia, aproveitando para apresentar o novo álbum, ao mesmo tempo que revisitam os grandes êxitos da intensa carreira. 

Hipnotica – NEW COMMUNITIES PARTY TOUR

hipnoticacartazuz0.jpg

IberFolk 2007 – Os Videos

Festival Paredes de Coura 2007 – Os Videos de Cansei de Ser Sexy

Paredes de Coura 2007

Bem daqui a duas horas parto em direcção a mais um festival de Paredes de Coura 😀 Já estou com saudades daquele maravilhoso spot, só não sinto saudades da terrível viagem que me espera. Fica aqui prometido uma reportagem engraçada quando voltar de lá. Talvez voz consiga trazer umas filmagens de alguns dos concertos 😉 Nao prometo mas fica a intenção 😉

Abraços e Bom Festival para quem for até lá 😉

« Older entries