Rádios locais vivem «situação problemática», segundo ARIC

O presidente da Associação de Rádios de Inspiração Cristã (ARIC), Joaquim Queirós, afirmou hoje que as estações locais vivem uma «situação problemática com a queda das receitas publicitárias, incluindo as institucionais que alguns ministérios não cumprem».

Em declarações à agência Lusa a propósito do Encontro Nacional de rádios da associação, que assinala entre sexta-feira e domingo, em Angra do Heroísmo, os 15 anos da ARIC, Joaquim Queirós realçou que «as rádios locais também são atingidas pela crise que se vive no país».

O presidente da ARIC disse que, durante o encontro, vão ser analisados «os diferentes modelos técnicos que as rádios poderão adoptar no futuro», mas admitiu que «é um assunto problemático porque ninguém sabe o que vem aí a curto e médio prazo».

Quanto aos conteúdos, Joaquim Queirós defendeu que «as rádios locais não devem cair na tentação de imitar as estações de âmbito nacional», mas desenharem as suas emissões à medida e à realidade do meio onde se inserem.

«Se garantirem qualidade nas emissões, o que é essencial, terão maiores possibilidades de marcar a diferença e ganhar um auditório muito mais certo e fiel», alegou.

Joaquim Queirós admitiu, também, que a contratação de pessoal é uma questão complicada, alegando que «não há dinheiro para muitos quadros, apostando-se muito em colaborações gratuitas».

No encontro de Angra do Heroísmo, os cerca de setenta participantes, oriundos do Continente, Açores e Madeira, vão debater «A Rádio em Busca da Rota de Futuro», uma palestra proferida por Rui Magalhães, director técnico do Grupo Rádio Renascença.

Em análise vão estar, ainda, o projecto DAW – Estação de Áudio Digital baseada em «open source», da Escola Superior de Tecnologia de Castelo Branco e da Rádio Urbana, e a relação entre a governação e os media, a cargo por André Bradford, assessor do Presidente do Governo Regional dos Açores.

Antes do início dos trabalhos, o Rádio Clube de Angra, parceiro na promoção do encontro, e que se encontra a comemorar 60 anos de actividade, inaugura, no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo, a exposição «História das Rádios».

No âmbito do seu aniversário, o Rádio Clube de Angra promove também duas conferências sobre «A Ilha Terceira no Contexto Regional Açoriano» (24 de Março) e «Igreja, Sociedade e Comunicação» (31 de Março).

Diário Digital / Lusa

Anúncios

1 Comentário

  1. newsubstance said,

    Abril 18, 2007 às 5:04 pm

    A nossa RUBI que o diga 😦


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: