Festival de Berlim começa hoje

O festival Internacional de Cinema de Berlim começa esta quinta-feira na capital alemã, ao ritmo da «Chanson Française», com a exibição do filme «La Môme», de Olivier Dahan, sobre a vida da lendária Edith Piaf.

Ao todo, serão exibidos até 18 de Fevereiro em Berlim, um festival que rivaliza com os de Cannes e de Veneza, os mais importantes do mundo, 373 filmes de todos os continentes.

Na corrida ao Urso de Ouro e aos Ursos de Prata, os principais galardões da berlinale, estarão 22 filmes na secção da competição (há ainda quatro extra-concurso), de que Portugal volta a estar ausente.

É preciso recuar oito anos, até 1999, para encontrar um filme português na competição da berlinale. Foi «Glória», de Manuela Viegas, que passou praticamente despercebido ao grande público.

A participação portuguesa deste ano resume-se à presença de Maria de Medeiros como actriz convidada, pela sua participação no filme «Riparo», do italiano Marco Simon Puccioni, que será exibido no Panorama, uma das secções paralelas do festival.

Na «Shooting Stars», uma iniciativa anual da European Films Promotion, para promover jovens talentos europeus, estará presente o actor Afonso Pimentel, que entrou em filmes como «20,13», de Joaquim Leitão, «Coisa Ruim», de Tiago Guedes, e «Kiss Me», de António Cunha Telles.

Entre os 22 filmes da competição, destaque para a estreia europeia de «The Good Shepherd», de Robert De Niro, com Matt Damon no papel de um agente dos primórdios da CIA (serviços secretos externos norte-americanos).

Em «The Good German», de Steven Soderbergh, o carismático George Clooney, presença assídua na Berlinale, como actor e realizador, é um jornalista norte-americano que tenta desvendar um misterioso homicídio na Berlim pós-Segunda Guerra Mundial.

Outro «sex-symbol» da actualidade, Jennifer Lopez, é também uma jornalista enviada ao México para investigar uma série de assassínios de mulheres, contracenando com Antonio Banderas em «Bordertown», de Gregory Nava.

A competição encerra a 17 de Fevereiro com «Angel», do francês François Ozon, mas em inglês, em que Charlotte Rampling desempenha o principal papel.

O júri, presidido pelo argumentista e realizador norte-americano Paul Schrader, anunciará também no dia 17 os filmes premiados.

Noticia.: Diário Digital

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: